quarta-feira, 26 de setembro de 2012

CAMINHO DAS FADAS



AHÁ BOSTA VÉIA

Achei sobre o caminho das fadas em Ingles... CLARO NÉAM????!!!!!!

Veja em: http://en.wikipedia.org/wiki/Fairy_path

Interessante não? Basicamente, um caminho de fada é uma linha reta invisível entre dois montes, dois lagos, ou quaisquer dois lugares que tenham algum significado tradicional.
Outros pontos de significado esotérico ou espiritual também são considerados caminhos de fadas ou de espíritos, como estradas onde tradicionalmente se transportavam os cadáveres até o cemitério chamadas Corpse Roads, ou as Ley Lines, que são alinhamentos de locais de interesse geográfico ou histórico. (Clique nas palavras sublinhadas para ver os conteúdos, na wikipédia tem muitos detalhes e fotos).



Acho que se formos procurar algo similar no Brasil, podemos considerar as encruzilhadas ou estradas onde morreram pessoas? Um lugar carregado de espíritos ou de significado místico? Enfim...





A crença era de que se uma casa fosse construída sobre esses caminhos de fadas ou de espíritos, seus moreadores teriam muitos problemas como doenças ou mortes inexplicadas.
Daí é que se convencionou fazer as casas com porta da frente e porta de trás uma de frente pra outra, com o corredor central, aquelas casas que eu adoro, pra não ter que derrubar a casa inteira e fazer tudo de novo.



No site da wikipédia há inclusive relatos de pessoas que tinham problemas com mortes ou doenças na família mas que conseguiram resolver após descobrir que a casa em que moravam estava sobre um caminho de fadas, e tomaram as providências cabíveis.

Creepy Old Houses vai ser um assunto que vamos explorar aqui numa próxima vez, porque eu adoroooooooooooo

Eu fiquei impressionada mesmo é com a riqueza desse folclore todo que eu nem conhecia. Algumas lendas coincidem com lendas brasileiras, como o Boi-tatá que pra eles é o Corpse Candle ou Will-o'-the-wisps.

Legal né? Enfim, é fazendo pesquisas como essa que eu descubro como o Mundo é maravilhoso, como está todo interligado e conectado e como a Internet também é uma maravilhosa ferramenta de conhecimento.

Numa dessas minhas viagens pra procurar sobre Fadas, achei um blog muito legal de uma pessoa que parece uma fada e mora em São Bento do Sul. Acessem: http://re-becah.blogspot.com.br.
Perfeita né?



Beijos,
MJ


AS ÁRVORES DE AVALON



Bom dia

Ainda estou buscando o significado do círculo de árvores celta.
Bom, a gente já sabe que deve ser pra canalizar energia, mas quem é que fica escondido lá dentro que castiga quem entra sem pedir licença? Fadas? Gnomos? Leprechauns???

Nessa minha busca, acabei trombando por acaso com o site Templo de Avalon. Já podem imaginar que fiquei doida né??
http://www.templodeavalon.com/modules/smartsection/item.php?itemid=3



Não encontrei nada sobre as árvores novamente, mas achei uma dica importante que explica porque não encontro referencias diretas aos círculos das árvores e aos caminhos de fadas: as tradições, lendas, cultura, etc eram e são parece-me, ainda, repassadas somente por via oral. Nada é por escrito.
Não sei se isso é bom ou ruim, mas já sei que aumenta o mistério e me deixa mais intrigada e acho que fascinada.

Acho que deve ser mais ou menos como a crença, baseada na Umbanda, acho, de que não se deve entrar ou sair de um cemitério sem pedir com licença, por favor ou agradecer, não estou certa, mas já me disseram que não se deve deixar de falar as palavras mágicas para evitar que os espíritos nos castiguem ou saia algum grudado com a gente. No caso de um círculo de árvores, a intuição e a lógica me dizem que provavelmente naquele ponto de energia habitam espíritos bons da floresta... e que se for pra entrar, que se peça pelo menos com licença para não profanar algo sagrado.



Na verdade, uma floresta toda, se formos pensar a partir de uma filosofia celta, é sagrada.
É um lugar de paz, de tranquilidade, de beleza e de abundância, onde a vida se recria a cada instante, onde os animais são livres, onde a Natureza prevalece e onde o homem jamais deveria interferir.

Na verdade, o correto seria sempre ter mantido essa simbiose humana com a Natureza. Mas isso é uma inteligência ou uma sabedoria há muito tempo perdida por parte da Humanidade.
Nem preciso comentar né gentem, vocês já perceberam como temos cagado com tudo isso aqui que chamamos de Terra. É por isso que a humanidade vai mal e por isso que a maioria de nós é muito infeliz.

Mas isso é uma outra história.

Nessa minha busca pelo círculo das árvores, acabei encontrando muitos sites interessantes sobre essa coisa toda de ser Celta, de ser filha de Avalon, de ser Wicca, ou seja, essa coisa toda de outro mundo que eu adoro e vou compartilhar com vocês. Boa leitura!

Blog A Caminho de Casa: Tradições Celtas - O Credo



Wicca em wikipédia...





 Religiões antigas, bruxaria




 Site completo sobre Wicca



Blog O Gato Místico



A Bruxa Eddie Van Feu e o Blog Irlanda eu Vou




 Blog Click das Fadas



Blog Cantinho dos Deuses




Opa, pera lá! A busca não terminou ainda. Eu bem que comente em um post anterior da necessidade de procurar sobre o círculo das árvores em Ingles. Achei alguma coisa na wikipédia:

http://en.wikipedia.org/wiki/Sacred_grove

Celtic polytheism

The Celts used sacred groves, called nemeton in Gaulish, for performing rituals, based on Celtic mythology. The deity involved was usually Nemetona - a Celtic goddess. Druids oversaw such rituals. Existence of such groves have been found in Germany, Switzerland, Czech Republic and Hungary in Central Europe, in many sites of ancient Gaul in France, as well as England and Northern Ireland. Sacred groves had been plentiful up until the 1st century BC, when the Romans attacked and conquered Gaul. One of the most well known nemeton sites is that in the Nevet forest near Locronan in Brittany, France. Gournay-sur-Aronde (Gournay-on-Aronde), a village in the Oise department of France, also houses the remains of a nemeton.[7][8]
Nemetons were often fenced off by enclosures, as indicated by the German term Viereckschanze - meaning a quadrangular space surrounded by a ditch enclosed by wooden palisades.
Many of these groves, like the sacred grove at Didyma, Turkey are thought to be nemetons, sacred groves protected by druids based on Celtic Mythology. In fact, according to Strabo, the central shrine at Galatia was called Drunemeton.[9] Some of these were also sacred groves in Greek times (as in the case of Didyma), but were based on a different or slightly changed mythology.

Ao que parece, eram usados em rituais para a Deusa Nemetona.


Escola Gergóvia de cultura Celta e Druidismo

História dos Celtas

Celtas na Wikipédia

http://deborahjazzini.blogspot.com.br/2012/03/sabedoria-celta.html

Acabei me deparando com mais sites legais mas não consigo encontrá-los agora. Assim que trombar de novo com eles, atualizo as listas.

MJ


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

PAUSA PARA REFRESCO - SESSÃO DA TARDE - WEIRD

 Se Edward existisse eu convidaria ele pra morar comigo bem longe da 'civilização'... brincadeira amor, vc é que é meu esquisito favorito...

Oi, heheheheh

Pois é, ás vezes eu acho que sou estranha... tenho um gosto por coisas estranhas...
Gosto de cemitério, de música gótica, de pensar como é morrer, gosto de histórias sombrias, de filmes e jogos de terror psicológico, de uma trágica melancolia... um lado sombrio e mórbido se esconde por trás desse meu jeito bonachão...
Até mesmo homens muito bonitos não me atraem... prefiro aqueles mais... exóticos... E agora eu prefiro só você tá benhê!!!!!!

Enfim, só agora que eu percebi isso, que eu tenho esse jeito meio estranho...

E só agora mesmo que percebi que os melhores filmes que assisti na vida, os personagens mais apaixonantes, as histórias com que mais vibrei, foram escritas, ou filmes dirigidos, por outro mais esquisito que eu chamado: TIM BURTON...

Nem preciso falar mais nada, vejam por si mesmos os filmes que ele fez que marcaram a minha vida e ainda me emocionam demais, e algumas animações (por razões óbvias irei me abster de comentar os filmes mais comerciais, ou porque não gostei ou porque nem assisti):

 Vincent (1982): http://www.youtube.com/watch?v=fxQcBKUPm8o, em stop motion.

 Frankenweenie (1984): Eis o original no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=GevFuLnpQ3E
Está sendo refilmado agora em Stop Motion, previsão de relançamento Outubro 05 de 2012. O original tinha Barret Oliver no papel de Victor. Pra quem não lembra, Barret estrelou o também saudoso História sem Fim. Esse filme causou a demissão do Tim Burton da Disney pois foi considerado muito assustador pra crianças e um desperdício de recurso do estúdio, e acabou sendo arquivado naquele ano.

 Beetlejuice (1988): Mais conhecido como 'Os Fantasmas se Divertem', com a Geena Davis (linda!!!!), o Alec Baldwin (quando ele era lindo) e a Winona Ryder (se eu fosse escolher ter outro rosto, seria o dela)...



Edward Scissorhands (1990): O maravilhoso Edward Mãos de Tesoura. A música da introdução não me sai da cabeça até hoje. Estrelando de novo a linda Winona Ryder, o incomparável Johnny Depp e o legendário Vincent Price (aquele que dá risada na música Thriller do Michael Jackson).



The Nightmare Before Christmas (1993): Acho que é O Mundo de Jack em portugues. Esse eu comprei mas ainda não pude ver com atenção.



Sleepy Hollow (1999): Esse é chamado em portugues de A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça. Não vi ainda, mas tá na minha lista.




Big Fish (2003): Peixe Grande... esse eu assisti mas acho que teria que ver de novo porque não entendi até hoje...



Charlie and the Chocolate Factory (2005): Não é um dos meus favoritos, mas a morbidade está lá no meio da trama aparentemente inocente.





Corpse Bride (2005): Claro que amei né gentem, A Noiva Cadáver...







Sweeney Todd (2007): Filme louco, macabro, mórbido, do jeitinho que a gente gosta. A Morte cantada em verso e prosa... mmmmmmmmmmmhihiahahahauhauahahahauhauah (risada malévola).



9 (2009): Um filme muito doce sobre o fim do mundo e em como, talvez o corpo pereça mas a alma permaneça. Não sei, só vendo de novo pra tirar mais alguma conclusão.




Alice In Wonderland (2010): Totalmente Burton style, mas eu dormi em algumas partes. Mas ainda assim muito bom.




E não se esqueçam que ainda temos (eu não assisti ainda ou ainda não saiu nas locadoras) as novidades: Dark Shadows (Sombras da Noite), Abraham Lincoln: Vampire Hunter,Frankenweenie (remake em stop motion) e Deep. Os trailers disponíveis prometem!!!

E para quem ainda não percebeu, os atores preferidos de Burton são Depp:




Que ás vezes tem um visual tão estranho quanto os filmes que estrelou...


E a musa inspiradora e esposa de Burton, a Helena Bonham Carter (tão esquisita quanto bela):






E tem também aquele outro Stop Motion: CORALINE.

Ahhhhh tá, não é mais um filme do Tim Burton! Hehehehe eu já sabia mas todo mundo que vê pensa que é dele porque é simplesmente o mesmo estilo.
Nas verdade é baseado nos quadrinhos de Neil Gaiman, outro fera que gosta de histórias esquisitas, e o filme é de Henry Selick, outro freak of nature que já fez (dirigiu) alguns filmes com Tim Burton.
Eu só sei que estes filmes que assisti me fizeram gostar mais ainda dessa coisa toda de underworld, contos macabros, coisas paranormais, que se descortinou para mim como um mundo muito mais belo e interessante do que o "normal"... sem contar nas trilhas sonoras que me encantam às vezes demoram pra sair da minha cabeça, como a música de abertura de Edward Mãos de Tesoura e Coraline, que é muito parecida.

Beijos com terror,
MJ


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

A CASA DAS FADAS



Já faz algum tempo que estou de olho em uma casa antiga de Jaraguá do Sul que eu quase chorei quando vi pela primeira vez, ou na verdade quando eu reparei de verdade nela pela primeira vez.
Ela fica num campo um pouco afastada da BR, após a fábrica da Choco Leite. É muito parecida com a casa acima, e passamos por ela em um dia ensolarado, não preciso nem dizer como ela era gloriosa e imponente, lá sozinha no meio daquele campo esverdeado e um detalhe me chamou a atenção: ela tinha uma porta da frente, que dava pra um corredor central, que acabava na porta dos fundos.
Quando passamos de carro, dava pra ver através da casa.
Eu sempre amei casas desse jeito, todos os quartos e comodos eram organizados em redor desse corredor central, podia-se atravessar a casa toda numa só corrida. Há alguns anos inclusive fiz um esboço de como eu queria construir a minha casa e acabei fazendo uma exatamente desse modelo.



Só hoje é que fui saber porque essas casas, originalmente, foram feitas desse jeito. Não tem muito a ver com praticidade, com otimização da arquitetura, sistema de ventilação, aquecimento, etc.
Tem a ver com FADAS.
Isso mesmo... descobri através de um grupo de "malucos" do Facebook, todos fãs do Grande Livro do Maravilhoso e do Fantástico.
Um desses fãs contou que quando tinha 10 anos dormia na casa do avô que era construída dessa maneira, com um corredor central, e toda noite ouvia passos no corredor.
Ao questionar o avô, o mesmo dizia que os passos eram dos ratos.
Mas os ratos estavam no sótão, e os passos, indo e voltando a noite toda, eram no corredor.
Segundo o meu amigo:
Mais tarde, ao ler lendas celtas e principalmente um livro fantástico intitulado As Tribos de Danu, que fala de folclore irlandês, descobri que aquela casa provavelmente foi construída num antigo caminho de fadas e que é por isso que tem um corredor de ponta a ponta, para permitir que esses espíritos passem livremente sem se intrometerem na vida de quem teve a infeliz ideia de construir em cima de um caminho antigo.


Eu juro que eu quase tive um treco quando li isso que ele escreveu.
Sempre tive uma queda muito grande por assuntos da Irlanda. São tantas coisas, a atração é tão grande, que penso se já não vivi por lá em uma vida passada. Agora, sabendo de mais esse detalhe, parece que as coisas estão se encaixando. Não pode ser coincidencia que eu tenha me sentido atraída por casas, a minha vida toda, que são construídas de forma a permitir a passagem de fadas! De acordo com o folclore Irlandês! Fantástico não?
E mesmo que seja só bobagem da minha imaginação fértil, fato é que depois de saber disso, desse detalhe das casas com corredor ponta a ponta, eu gosto mais ainda delas.



Aqui colei fotos de casas que procurei no google como sendo casas de Jaraguá do Sul, pra ver se achava aquela casa amarela pela qual me apaixonei. A fachada é muito parecida com esta casa acima embora a "minha" casa seja mais envelhecida e a lateral nem o terreno não sejam exatamente assim.

Mas voltando ás lendas celtas, ele contou mais um caso de quando ele esteve na Irlanda e entrou dentro de um "círculo" de árvores, e parece ter sido castigado por ter feito isso sem pedir licença.
Esse cara não faz idéia da inveja que sinto dele por ele ter ido á Irlanda, por ter entrado no círculo de árvores, por ter caído na água gelada depois disso, porque pra ele que mora em Portugal ir pra Irlanda é quase como ir daqui a São Bento do Sul (eu disse quase), ele pelo menos não tem que atravessar o Atlântico!, e por ele ter estado em uma casa cheia de fadas. COMO O INVEJO...



E é por isso que estou fazendo esse post hoje! Um dos meus objetivos na vida é INFORMAÇÃO. Eu quero ler tudo, saber de tudo. E hoje vamos fazer um breve estudo sobre a (ou parte da) extensa mitologia Irlandesa, ou CELTA, muito prazer!

Eu conheço parte da história dos Celtas pelo livro As Brumas de Avalon de Marion Zimmer Bradley, e por matérias divulgadas na Superinteressante e na web.
O que eu posso dizer sobre isso? Vou tentar resumir a minha admiração pela CULTURA CELTA: É a forma de viver mais linda que tive o privilégio de conhecer (um pouco), é uma fusão tão perfeita entre HOMEM-NATUREZA-DEUS, e foi um crime contra a HUMANIDADE a invasão dos Cristãos naquele mundo e a quase destruição dessa cultura repleta de histórias maravilhosas e conhecimentos tão avançados que foi o que provavelmente causou á humanidade uma regressão em tecnologia e inteligencia que deu origem ao que chamamos de Idade das Trevas.

Eu só imagino que diferente o mundo seria hoje se não tivessem invadido o que não era deles e acabado com tudo impondo essa porra de religião... mas enfim...essa é outra história e sim... eu respeito as religiões, e não, não odeio o Cristianismo, só os crimes que foram cometidos em nome dele.



Voltando á Mitologia Irlandesa, ou Celta, vamos começar a nossa exploração:

MITOLOGIA IRLANDESA:

Ver em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitologia_irlandesa

Outro site bom: http://caminhocelta.blogspot.com.br/2010/11/sobre-as-lendas-da-irlanda.html

Mais conhecimentos preciosos em: http://colunistas.ig.com.br/aventurasdefadas/tag/irlanda/?doing_wp_cron

Não tem por que eu ficar falando sobre isso, pois se você clicar no link terá as informações na íntegra.
Mas eu confesso que fiquei maravilhada com o texto do link acima ao perceber o quanto minha filosofia de vida, as coisas que respeito, minhas aspirações, se encaixam nisso tudo!



Acima está a pedra Blarney da qual a Fadinha Vupt fala. E abaixo, o Castelo Leap.
Mais sobre o Castelo Leap em: http://irlandaeuvou.blogspot.com.br/2010/07/o-castelo-leap.html



Mas voltando ao caminho das fadas, e ás árvores em círculo, vamos também saber um pouquinho mais desses assuntos antes que a gente se perca de vez na Irlanda:



Veja um pouco em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fada

Fada dos Dentes

O papel das fadas é um pouco contraditório. Muitos as vêem como seres protetores da Natureza, bondosos, belos, na forma de uma mulher normal ou em miniatura, com ou sem asas. Ver em: http://www.contandohistoria.com/fadas.htm
Outras culturas vêem as fadas como seres peraltas e que fazem o mal, causam confusão, e sua aparência nem sempre é das mais graciosas.

Morgan Le Fay

Veja um site muito bom de Portugal com bastante detalhes sobre as fadas:

 Mas não consegui ainda achar nada mencionando o "caminho de fadas"... será a mesma coisa que um "anel de fada"?
Enfim, essa parte vai permanecer um mistério por enquanto.



E mais lendas irlandesas: http://minilua.com/mitos-lendas-irlanda/



Agora vamos ver o que é esse tal de círculo de árvores... conhecendo o pouco que conheço sobre os cultos celtas deve ser alguma coisa pra canalizar energia da Natureza ou prender espíritos dentro...
Procurando pelos círculos de árvores, percebi que é mais uma informação ou ritual nebuloso. Levou-me a mais lendas celtas ou irlandesas, mas não exatamente onde eu queria.
Aprenda mais em: http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADdhe

Vejam novamente os comentários do meu amigo que me fizeram me interessar por este círculo:

... Irlanda durante uma semana. Alugámos um carro e fomos à descoberta. Depois de um dia atribulado em Dublin partimos para sul em busca de Glendalough, um antigo mosteiro cristão, perdido no condado de Wicklow. depois de visitarmos a cemitério e os poucos edifícios que se encontram de pé, resolvemos ir ver os dois lagos que dão o nome ao local, mas em vez de irmos pelo caminho normal, onde todos os turistas andavam, fomos por um pequeno bosque, seguindo o trilho muito ténue. Descobri imediatamente algo de estranho. As árvores foram plantadas em círculos apertados de cerca de metro e meio de diâmetro o que para mim era meio esquisito dado que eram árvores adultas e bem altas (n me recordo do tipo de árvores que eram), no entanto a minha curiosidade foi maior e penetrei no circulo para ter uma visão espiralada do crescimento destas árvores. foi um grande momento e apenas eu penetrei um ou dois circulos de árvores. Quando resolvemos arrepiar caminho, ao passar por um pequeno ribeiro que corria raso ao solo e que murmurava na direcção de um dos grandes lagos, alguma coisa fez com que o meu pé escorregasse e caí mesmo no centro do ribeiro provando imediatamente a água gelada que vinha do monte. O que vos posso dizer é que era impossível ter escorregado naquele local relvado onde os meus companheiros puseram os pés como eu também fiz. Depois de me retirarem encharcado da água a minha primeira reacção foi virar-me para trás e pedir desculpa, pois sabia que tinha entrado nos círculos de árvores e que por vezes temos de pedir autorização para o fazer. Eu acredito que fui castigado por isso e fui ao banho.

Só posso dizer que pelo que sei até agora os círculos de árvores foram plantados assim para canalização de energia. Não achei nada que diga que não se deve entrar dentro deles, talvez apenas deva-se pedir com licença antes de entrar e obrigado ao sair, pois como muitos lugares, estes são sagrados.

Por incrível que pareça, achei bastante coisas sobre a cultura celta, sobre seres mitológicos Irlandeses e tal, mas nenhuma referência direta ao 'caminho de fadas' e ao 'círculo de árvores'.

Talvez eu deva começar a procurar por isso em ingles.
Então por hoje é só 'galera'.
Vamos fechar esse post por agora porque é que nem eu falei: antes que a gente se perca na Irlanda, que é linda e maravilhosa. Confira algumas fotos.